Alongamentos para quem tem Osteoporose

Você tem o hábito de se alongar? Uma atividade tão simples como esta pode trazer muitos benefícios, especialmente para pacientes com Osteoporose.

Além de fortalecer os ossos, o alongamento também melhora a flexibilidade e o equilíbrio. Isso é muito importante para quem tem fragilidade óssea, pois ajuda a evitar queda ou reduzir os danos.

Para quem tem Osteoporose, fazer exercícios físicos é essencial para desacelerar a perda de densidade óssea, controlando os sintomas da doença. Nesses casos, o mais indicado é que se evite exercícios de alto impacto e busque fortalecer a musculatura. Mas para que o resultado seja ainda mais favorável, é preciso um bom alongamento para aquecer o corpo antes do exercício ou relaxá-lo logo após.

Esse tipo de atividade também pode ser incorporado ao dia a dia. Algumas pessoas gostam de se alongar antes mesmo de levantar da cama, para começar o dia com energia. Ou preferem fazer um alongamento à noite, para relaxar a musculatura antes de se deitar.

Seja como for, é muito importante que essa prática seja feita com cuidado para evitar quedas e lesões. Cada corpo tem sua própria necessidade e o ideal é que os exercícios sejam feitos de forma personalizada, e com a orientação e acompanhamento de um profissional.

Vamos conhecer mais sobre os benefícios do alongamento e como adotá-lo na sua rotina?

Benefícios do alongamento

Com o envelhecimento do corpo, não são só os ossos que se tornam frágeis por conta das mudanças que nosso organismo passa. Quando não praticamos exercícios físicos com regularidade, perdemos nossa flexibilidade, o equilíbrio, a coordenação motora e também força muscular.

Nessas condições, podemos ter algumas limitações ao realizar tarefas do dia a dia, perdendo parte da nossa autonomia. Essa redução da qualidade de vida é muito comum quando se trata de pessoas idosas. Por isso, adotar atividades físicas simples, como um alongamento já faz muita diferença para o corpo e também para a mente:

  • Aumenta a flexibilidade dos músculos e articulações;
  • Reduz as tensões musculares;
  • Melhora o condicionamento físico;
  • Ativa a circulação sanguínea, dando mais disposição para as tarefas do dia;
  • Contribui para o sistema imunológico e o combate a doenças;
  • Reduz as dores musculares e previne contra lesões;
  • Aumenta a sensação de autonomia e o bem-estar, melhorando a autoestima;

Preparação

Antes de começar a praticar qualquer atividade física, é muito importante que o paciente com Osteoporose faça uma avaliação médica. O médico irá avaliar se existem outras limitações da saúde além da fragilidade óssea, como problemas pulmonares e cardíacos.

A partir disto, um profissional de educação física ou fisioterapeuta poderá indicar os exercícios, a intensidade e a frequência ideais, segundo a sua condição física. O acompanhamento e cuidado ao realizar os alongamentos e exercícios é muito importante para prevenir contra lesões e quedas.

Quando o planejamento estiver pronto, é preciso ter disciplina para seguir a rotina. Escolha um ambiente seguro para praticar, com locais de apoio e pisos que não escorreguem.

Os resultados serão ainda melhores com uma alimentação equilibrada. Para combater a Osteoporose, também é muito importante que o paciente se exponha ao sol ao menos 15 minutos por dia, antes das 10 horas ou após as 16 horas, para adquirir vitamina D.

Veja a seguir algumas dicas de alongamentos que podem ser feitos em casa:

osso forte blog alongamento 02

Inscreva-se na newsletter

Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde

>>

    Inscreva-se na newsletter

    Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde