Homem se exercitando para prevenir osteoporose

7 hábitos que pacientes com Osteoporose devem ter

Se você convive com a Osteoporose, doença que torna os ossos frágeis, é muito importante saber como se cuidar. Independente do quadro, a mudança de hábitos no dia a dia pode fazer uma grande diferença no bem-estar do paciente. Isso ajuda não só a melhorar sua qualidade de vida, como também pode desacelerar a perda de densidade óssea.

Confira as dicas e comece a colocar em prática hoje mesmo:

1. Evite perigos em casa

Como seus ossos já estão frágeis, é fundamental evitar qualquer situação de risco que possa levar a quedas e fraturas. Esse cuidado deve acontecer especialmente em casa, pois é onde passamos a maior parte do nosso tempo.

E vale lembrar que não é por acaso que acidentes domésticos são comuns em todo o mundo. Na nossa casa pode ter escadas, fios, piso molhado, entre outros riscos. Por isso, você precisa adaptar o lugar onde mora para reduzir esses riscos. Peça a ajuda de algum parente ou amigo antes de começar.

O primeiro passo é deixar todos os objetos de uso frequente em lugares mais acessíveis. Assim, você evita precisar subir em cadeiras para mexer nos armários. E sempre deixe uma luz acesa à noite para evitar andar no escuro e tropeçar.

Lembre-se também de prender fios soltos e tapetes, além de colocar fita antiderrapante e corrimão em escadas e rampas. Confira outras dicas aqui.

2. Faça alongamento

Se alongar pode parecer uma atividade simples, mas muitas pessoas se esquecem de praticar e não ter esse hábito faz falta. O alongamento é muito importante para aquecer o corpo antes do exercício físico, aumentar a flexibilidade e o equilíbrio.

O alongamento ajuda a evitar fraturas ao exigir mais do seu corpo, pois desenvolvemos mais resistência muscular e óssea. A prática também relaxa o corpo e dá mais disposição.

Por isso, a dica é se alongar diariamente por pelo menos uns 10 minutos antes e depois dos exercícios físicos, e também ao se levantar da cama. Com certeza você notará as diferenças em poucos dias. Confira aqui algumas dicas práticas.

3. Pratique exercícios físicos

O sedentarismo é um dos maiores inimigos da nossa saúde. Se você não tem o costume de se exercitar, é melhor mudar seus hábitos, porque a atividade física contribui muito para fortalecer os ossos e os músculos.

Isso é fundamental para retardar a perda de densidade óssea e tornar o corpo mais resistente, prevenindo fraturas. No entanto, quem já tem Osteoporose não pode abusar, a fim de evitar o risco de sofrer com lesões.

O ideal é fazer uma avaliação médica e contar com um educador físico para te orientar durante os exercícios. Dessa forma, você evita ultrapassar os limites do seu corpo.

Lembrando que exercícios de impacto ou que forçam a coluna não são indicados para esses pacientes. A fisioterapia pode ser uma opção, saiba mais neste post.

4. Tenha uma alimentação equilibrada

A alimentação é a nossa maior fonte de nutrientes, garantindo o bom funcionamento de todo o nosso corpo. Ela é também uma das grandes responsáveis pela geração da energia que precisamos no dia a dia, sobretudo para as atividades físicas.

Por isso, ter uma alimentação equilibrada é fundamental. Mas se você pensa que isso significa deixar de comer coisas gostosas, está muito enganado. O segredo é a moderação e, para isso, precisamos ter disciplina.

Para deixar os ossos mais saudáveis, devemos ter uma dieta rica em cálcio, vitamina D, magnésio e vitamina K, dentre outros. Ou seja, leite e derivados, peixes como salmão, atum e bacalhau, ovos, fígado e verduras escuras devem fazer parte da sua dieta. Confira aqui uma lista completa de alimentos que fazem bem para os ossos.

E as receitas gostosas, entram onde? Bem, comer uma batata frita ou uma pizza de vez em quando não vai te fazer mal. Mas é melhor ainda se essas receitas tiverem ingredientes e preparos mais saudáveis. Para te inspirar, conheça essas 8 receitas saborosas que ajudam a combater a Osteoporose.

5. Tome sol diariamente

Você sabe qual é o papel da vitamina D na formação dos seus ossos? Esse hormônio é fundamental para potencializar a absorção do cálcio pelos ossos. Por isso, a falta dele pode causar grandes prejuízos, contribuindo para o desenvolvimento da Osteoporose.

Essa vitamina pode ser adquirida através de alimentos como ovos, salmão, atum, fígado, leite e derivados. Mas a maior parte é adquirida pela exposição da pele ao sol. Por isso, devemos tomar sol todos os dias, por pelo menos 15 minutos. Mas evite os horários em que o sol está mais quente, pois os raios UV fazem mal à pele.

É preferível aproveitar o início da manhã, antes das 10 horas, e o fim da tarde, após as 16 horas. Se possível, não use protetor solar no momento.

Saiba mais sobre o papel da vitamina D no nosso organismo.

6. Mantenha uma vida social ativa

Pacientes com Osteoporose podem ter sua saúde mental afetada pela limitação dos movimentos. Isso é natural, pois a pessoa sentirá mais dificuldades em realizar tarefas comuns do dia a dia, o que pode abalar a autoestima.

O paciente também pode desenvolver o medo de sair para a rua. Assim, a pessoa tende a se isolar em casa, a fim de evitar situações de risco de queda. Por isso, é muito importante que esses pacientes não deixem de lado a vida social.

Tanto a família quanto os amigos são fundamentais para evitar que a pessoa se sinta sozinha e que perca o contato com o mundo externo, especialmente os idosos. A socialização também contribui para o aumento da autoestima e evita o surgimento de sintomas da depressão.

Entenda mais sobre o assunto neste artigo.

7. Faça acompanhamento médico

Assim como qualquer outra doença, é muito importante fazer o acompanhamento médico da Osteoporose. Dessa forma, você consegue observar qual o ritmo de redução da densidade óssea e os resultados dos tratamentos.

Para isso, você deve realizar periodicamente o exame de densitometria óssea, o mesmo utilizado para fazer o diagnóstico precoce.

 

Quer conferir mais dicas e aprender a se cuidar ainda melhor? Se inscreva na nossa newsletter e receba informações através do e-mail.

Inscreva-se na newsletter

Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde

>>

    Inscreva-se na newsletter

    Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde