O exercício na prevenção da osteoporose

A osteoporose é uma doença que faz com que uma estrutura óssea fique cada vez mais frágil, podendo causar fraturas. Para desenvolver uma doença não é necessário ser idoso, e, para prevenir, é possível adotar algumas medidas para sua prevenção.

A prática de exercícios físicos auxiliares sem controle dos sintomas e pode até estimular o ganho de massa óssea. 

Apesar do auxílio aos exercícios físicos, é preciso lembrar o tratamento para uma doença multifatorial, incluindo também os medicamentos para suplementação e absorção de cálcio, vitamina D, etc. O tratamento deve ser sempre prescrito pelo médico. 

Para realizar os exercícios físicos com segurança, é preciso o orientador profissional ou treinos personalizados para essa condição, tendo em conta o tempo decorrido, os impactos e efeitos negativos que os exercícios podem usar. 

Como estruturar exercícios físicos para uma osteoporose?

Para que a produção de massa óssea ocorra através do exercício físico, é preciso que ele seja mais intenso do que o corpo está acostumado. Mas, é importante ter em mente que, para iniciar, é preciso ir de maneira leve e aos poucos aumentar o grau de dificuldade. Após alcançar um nível básico de condicionamento físico, é necessário dar prioridade ao trabalho de potência muscular, explorando força e velocidade.

Para que os exercícios sejam efetivos, é preciso que sejam feitos exercícios específicos para músculos que cruzam as articulações do local onde e pretende ganhar a massa óssea. Exercícios que utilizam o peso do próprio corpo e aeróbicos de baixo impacto são os mais indicados para quem possui osteoporose ou quer se prevenir da doença. As séries devem ser de alta intensidade e curta duração, e não podemos esquecer dos alongamentos antes e depois dos treinos.

Entenda como acontece a formação óssea e qual a importância do cálcio.

Quais são as contra-indicações?

Os exercícios de flexão ou rotação da coluna devem ser evitados por pessoas com osteoporose para que não ocorra fraturas possíveis nas vértebras. Atividades de alto impacto, como saltos e esportes de contato, também devem ser evitadas.

Quer iniciar atividades físicas? Procure o seu médico e veja o que é melhor para o seu caso! E lembre de aliar os treinos a uma alimentação saudável. Conheça quais alimentos não podem faltar na sua dieta.

Inscreva-se na newsletter

Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde

>>

    Inscreva-se na newsletter

    Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde