Alimentos não lácteos para combater a Osteoporose

O leite é uma fonte riquíssima em cálcio, mas isto não é novidade para ninguém. Todos sabem que os alimentos mais recomendados para quem está com osteopenia ou osteoporose são o leite e seus derivados.

Porém, muitas pessoas sofrem com a chamada intolerância à lactose, que é a incapacidade de ingestão de leite, causando vários sintomas como inchaço, diarreia e cólicas abdominais. Nestes casos, como os portadores da Osteoporose devem proceder?

Além do leite e seus derivados, existem ainda outros alimentos não lácteos e que também são fontes de cálcio e/ou vitamina D, e que devem ser ingeridos regularmente dentro de uma dieta específica para este caso.

Os principais deles são:

Frutas: ameixa seca, amora preta, manga, laranja, kiwi, pera e uva.
Vegetais de folhas verde escuras como o espinafre e brócolis.
Alimentos marinhos: sardinha, salmão e algas marinhas.
Sementes e grãos: nozes, castanhas, linhaça e espinafre, sementes de girassol e soja.

Tão importante quanto conhecer os alimentos que fortalecem os ossos, é necessário ter conhecimento dos alimentos que se deve evitar ou até mesmo cortar da alimentação, para a diminuição do enfraquecimento ósseo: o maior vilão de todos é o sal, pois o sódio dificulta a absorção de cálcio nos ossos. Além dele, é preciso fugir também do café, chá preto, refrigerantes e até mesmo o chocolate. É válido diminuir a quantidade de proteína na alimentação, principalmente as carnes vermelhas.

Inscreva-se na newsletter

Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde

>>

    Inscreva-se na newsletter

    Receba dicas da Osso Forte para cuidar da sua saúde